pattern design

Design de Superfície, repeat patterns e softwares

Como já foi dito em post anterior, quando falamos em Design de superfície, não obrigatoriamente estamos tratando de padronagens corridas. No entanto, a repetição de um módulo infinitamente — estampa corrida, como também é normalmente denominada — é a primeira lembrança que temos quando usamos o termo “Design de Superfície”.

Para criar Design de superfícies com motivos que se repetem infinitamente, é necessário estabelecer um módulo e um sistema de repetição. Nos casos mais simples a repetição é percebida, e o encaixe de um módulo no outro fica visível.

Porém, se precisamos fazer uma estampa corrida com desenhos mais complexos, o planejamento de encaixes é fundamental. Antes de existirem softwares, como Photoshop, Illustrator, Corel Draw, Gimp, Affinity e outros, esse planejamento era bastante trabalhoso e era útil desenhar sobre uma malha de quadrados, triângulos, ou outras figuras geométricas.

Recentemente comprei um livro que mostra detalhadamente como funcionavam essas malhas geométricas e a composição de padronagens sobre elas. Muito interessante! (dá uma olhadinha aqui: https://www.instagram.com/p/ByDMkKegXXc/ )

Agora a Adobe lançou um plugin para o Photoshop — O Adobe Textile — que é específico para o trabalho com padrões repetidos. Facilitará a vida de quem precisa produzir estampas rapidamente. Por outro lado, cada vez que o processo se torna mais fácil, também se torna mais massificado, com muitas estampas de baixa qualidade. Embora seja difícil definir o que é baixa ou alta qualidade, penso que o que irá diferenciar um bom projeto de estampa são estudos que acontecem fora do computador. Fundamental ter algum entendimento sobre composição visual e teoria das cores, além de outros “treinamentos” que podemos fazer apurando a observação para muito do que vemos no nosso dia a dia.

Design de Superfície e Rapport

O termo rapport se refere à repetição que permite a continuidade infinita de um desenho sobre uma superfície. Para estampar, ou revestir uma superfície, nem sempre é obrigatório fazer um desenho com rapport. Pode-se planejar uma estampa localizada ou uma estampa falso-corrida.

A estampa localizada é uma imagem aplicada em um ponto específico da peça. A estampa com rapport tem um módulo que se repete infinitamente sobre a área. Já, a estampa falso-corrida dá uma impressão de que o desenho não se repete, quando na verdade o que ocorre é que o módulo de repetição é maior do que a peça.

Dois artistas brasileiros que gosto muito desenham superfícies com grande quantidade de elementos, muitas vezes, sem usar rapport. São eles Guilherme Marconi https://www.behance.net/marconi e Ana Anjos https://www.annaanjos.com/ .

Embora os elementos se repitam no projeto, não se repetem com rapport.

O rapport é realmente necessário para superfícies que vão ser repetidas em grandes extensões como, por exemplo, tecidos produzidos em grandes metragens e rolos de papel de parede.